Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Provável causa da morte de Ana Clara foi traumatismo craniano, diz IML

ana-clara-perfil

O Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia informou na tarde desta quarta-feira (22) que a causa provável da morte da garota Ana Clara Pires Camargo, de 7 anos, foi traumatismo craniano. A menina, que estava desaparecida há cinco dias, foi localizada nesta manhã, em uma área de mata na GO-462, em Santo Antônio de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. O suspeito do crime foi morto em uma troca de tiros.
Segundo o diretor do IML, Marco Egberto, pela situação em que o corpo foi localizado, a suspeita é que ela tenha morrido na sexta-feira (17), dia em que desapareceu. “Provavelmente, foi uma pancada na cabeça, mas o médico ainda vai estudar as lesões”, disse ao G1.

Egberto destacou ainda que não há como confirmar se a vítima sofreu algum tipo de violência sexual. A família já reconheceu o corpo no local onde ele foi localizado, mas será preciso coletar material genético para a confirmação oficial, o que deve ocorrer em uma semana. Por isso, o corpo será liberado como ignorado e depois a certidão de óbito é corrigida.
“Por toda a investigação, fizemos um termo de liberação para a família. Quando há grandes indícios de que o corpo seja de um parente de primeiro grau, podemos fazer isso. Eles assinam sendo responsáveis pelo corpo e informações prestadas”, completou o diretor.
O corpo de Ana Clara seguia no IML de Goiânia até as 17h e ainda não há previsão para ser liberado.

 

Deixe seu comentário:

Menu

Redes sociais